TDS discute o futuro das estratégias com foco em pessoas e IA


Este documento foi produzido com apoio da inteligência artificial em menos de dez minutos pelo time da TDS Company

Como desenvolver estratégias corporativas que de fato transformem as organizações diante dos desafios de 2024 e além? Essa foi a questão central debatida no webinar Estratégia 2024, realizado na última quinta-feira (16), com os cientistas da TDS Company Silvio Meira e André Neves.

Silvio Meira explicou que estratégia não pode ser entendida como um evento isolado, mas como um processo contínuo de transformação de aspirações em capacidades. Isso envolve pensar constantemente em tempo, espaço, escala e, principalmente, nas pessoas envolvidas.

Um estudo analisando 11 mil trabalhos em diversas áreas mostra que projetos nos quais as decisões são tomadas em menos de 1 hora têm 68% de sucesso. Já quando as decisões levam mais de 5 horas, apenas 12% dos projetos dão certo. Isso mostra que organizações em rede, que empoderam as pessoas e distribuem a tomada de decisão, são mais eficientes do que organizações piramidais.

André Neves, professor titular da UFPE e pesquisador associado da TDS Company, complementou essa visão ressaltando a importância de utilizar plataformas digitais colaborativas inteligentes para engajar um número maior de participantes na construção das estratégias.

As abordagens tradicionais de estratégia, baseadas em reuniões isoladas da alta gestão, geram listas de aspirações muitas vezes incoerentes e inexequíveis. A chave está em promover um processo contínuo, incremental e interativo, com monitoramento em tempo real da execução.

Na ocasião foi apresentada a squad.ai, uma nova capacidade da plataforma strateegia, desenvolvida pela TDS, que utiliza agentes inteligentes para contribuir no debate com times de pessoas reais.

Os agentes são treinados com textos e dados específicos de cada contexto e podem ter perfis personalizados. Eles interagem com os participantes humanos, trazendo maior engajamento, redução de viés e promoção de diversidade de visões.

De acordo com André Neves, os agenters de IA da plataforma strateegia já conseguem propor contextos e perguntas para estruturar debates estratégicos. Em breve, novos agentes farão análises e relatórios dos debates, além de mediar e melhorar o engajamento dos participantes.

Os palestrantes citaram casos de aplicação dessas novas abordagens estratégicas em diversos setores como saúde, educação, varejo e indústria. Em alguns projetos, já se observou 70% mais performance na execução das estratégias desenvolvidas de forma colaborativa, envolvendo humanos e IA.

“O futuro das estratégias corporativas está nessa integração entre inteligência humana e artificial. Juntas, elas podem gerar insights e soluções muito mais assertivas e executáveis”, resumiu Silvio Meira.

Ao final do webinar, os participantes puderam esclarecer dúvidas sobre frameworks visuais, treinamento comportamental dos agentes de IA, mensuração de resultados, requisitos para transformação em plataforma, prevenção de viés e uma série de outros tópicos relevantes para essa nova era da estratégia colaborativa.

Principais ideias do webinar em tópicos

O que é estratégia

  • Estratégia é um processo contínuo de transformação de aspirações em capacidades. 
  • Envolve articular propósito, aspirações e capacidades. 
  • Requer pensar em timing, espaço, escala e pessoas envolvidas.

Desafios das estratégias tradicionais

  • Estratégias definidas por poucos no topo da pirâmide, sem engajamento amplo.
  • Escritórios isolados para definir estratégia geram listas de aspirações incoerentes. 
  • Estratégias copiadas de outros contextos normalmente não funcionam.

Nova abordagem para estratégia

  • Uso de plataformas digitais para engajar mais pessoas no processo. 
  • Colaboração entre humanos e agentes de IA. 
  • Construção coletiva e incremental da estratégia. 
  • Maior agilidade e interatividade. Monitoramento contínuo da execução.

Treinamento dos agentes de IA

  • São treinados com textos e dados específicos do contexto estratégico. 
  • Podem ter perfis personalizados. 
  • Colaboram de forma complementar com os humanos.

Vantagens do uso de IA:

  • Maior engajamento de participantes. 
  • Redução de viés. 
  • Promoção de diversidade de visões. 
  • Maior foco no debate. 
  • Geração de análises e relatórios.

Cases da TDS com inteligência artificial

  • Já utilizado em diversos setores como saúde, educação, varejo e indústria. 
  • 70% mais performance em execução de estratégias. 
  • Em 2 dias, 14 lideranças de diversos setores escreveram o livro O Valor da Estratégia
  • Em 75 minutos, 9 pessoas e 16 agentes inteligentes da squad.ai, em strateegia, produziram um artigo sobre o setor energético.

Já pensou ter esses e outros materiais reunidos pela curadoria da TDS com tudo que está rolando no Brasil e no mundo sobre estratégia e inovação?

A bits and tips é a newsletter semanal da TDS Company, perfeita para acompanhar um cafezinho e te encher de conteúdo relevante.

Assine gratuitamente aqui e faça parte da nossa comunidade!